segunda-feira, 4 de abril de 2011

"Folhas de outono"


Olhar pro tempo fora do lugar

com lápis e papel,

matando o tempo afim de rabiscar

todo azul do céu,

e a porta aberta pra

o vento do quintal , soprando faz lembrar

minha condição

percebo que sou


tão frágil, frágil como folhas de outono

tão frágil, frágil com quem não tem dono


Eu deixo a luz do quarto se apagar

pra deitar no chão,

pedindo pra teu lápis desenhar

meu papel de pão,

e é fácil descansar nessa condição

pra logo despertar vendo as folhas pelo chão


" e esse vento que soprou me fez perceber

que não estou tão solto assim"

(Felipe valente)

9 comentários:

нєllєи Cαяoliиє disse...

e esse vento que soprou me fez perceber que não estou tão solto assim"

Se ser solto é ruim ou bom eu não sei,eu sei que só as vezes apetece se sentir solta,melhor é quando temos a certeza que não nos deixam soltos!
Lindo seu espaço,vejo que inicia-se agora,desejo sucesso pelo que vejo acredito que terá.Obrigada por visitar-me
Desde já sigo-te
Beijo e um ótimo fim de tarde!

Beatriz Amorim disse...

Oi flor!
Vim agradecer a visitinha ao meu blog!
Sinta-se sempre bem-vinda! :D
Voltarei mais vezes aqui também!
Gostei muito!

Seguindo você... beeijos e boa noite!

Luna Sanchez disse...

Folha solta ao vento é uma cena bonita mas também tão melancólica, né?

* Passando para conhecer teu blog. ;)

Um beijo.

Marcos de Sousa disse...

Tão suave e bonito...

Adorei!

Estou lhe seguindo.

Beijos

Lilly M. disse...

Retribuindo a visita#

Amei seu cantinho. Seguindo...

beijos meus,
Lilly M.

Indy. disse...

poxa Nate, o tempo nos tira de tempo mesmo.. hahaha
obrigada pela visita, querida. Volte mais vezes por lá.
aah, amei o seu cantinho aqui. mt lindo '-'
beijoo
(Indy)

Leo disse...

Rabiscar o tempo é uma arte, é dar cor onde não tem.

Cláudia disse...

Gosto do blog e sigo!
Segues-me?
:D

Menina-Flor disse...

delícia outonooo... amo de paixão!
Brigadinha pela visitinha no blog...
Já estou por aqui viu?
Bjos floridos